Está aqui
Home > INSTITUIÇÃO > HISTÓRIA

G.E.P.S. – O inicio…

            Antes de ser oficialmente Grupo Experimental de Ponte de Sor, a instituição nasceu de um grupo de pessoas dinâmicas e empreendedoras, encabeçadas por João Manuel Jacinto Espadinha, que vieram entretanto a lançar um jornal chamado “Experiência”.

            De facto, no dia 13 de Fevereiro de 1982, foi tirada a 1ª Edição deste jornal, criado pelo já denominado Grupo Experimental de Ponte de Sor, e havia a intenção de fomentar a cultura e o desporto, tendo assim uma forma melhor divulgar as suas actividades.

Pretendia-se nesses tempos, continuar o trabalho iniciado na Escola Secundária de Ponte de Sor, com o grupo de Dança Rítmica; criou-se a secção de jornalismo do G.E.P.S. para apoiar a construção e edição do jornal Experiência.

Havia o propósito de numa segunda fase criar uma secção de teatro; sobretudo, vocacionado para o teatro infantil; fomentar a realização de colóquios e exposições, sobre vários temas como a fotografia e o desenho.

Numa terceira e última fase, lançar secções desportivas, e com todas estas iniciativas, envolver a comunidade pontessorense num leque vasto de actividades culturais e desportivas que lhes permitissem abrir novos horizontes.

            Não é conhecida a totalidade da história da instituição, ou sequer, deste jornal, mas sabemos que havia uma publicação mensal e que perdurou até 1983.

            É também nesse ano, que surgem publicações das primeiras actividades do clube G.E.P.S., entretanto já publicada a fundação no Diário da República, organizando então um Sarau de Ginástica do G.E.P.S., com a participação de classes de Avis e Elvas.

Lançava também um ciclo de Cinema Itinerante, dedicado a “Charlot”, para as crianças do 1º CEB de Ponte de Sor e mais tarde seria intenção levar estas películas a Tramaga, Rosmaninhal, Longomel e Vale do Arco.

Nesse verão de 83, promoveu ainda cursos de surf à vela(windsurf), vela e remo.

            No ano de 1984 mantém a Dança Rítmica e a Ginástica Acrobática, passando ainda a organizar, no âmbito das actividades do P.A.C. (Projecto de Animação Cultural), o 1º Torneio de Ténis de Mesa, na “Casa do Povo”, onde participaram ainda a Casa do Povo de Galveias, o Grupo de Promoção Sociocultural de Montargil e o Grupo Desportivo de Foros do Arrão.

Mais tarde, já em 1986, o G.E.P.S. é promotor de Férias Desportivas, com actividades de iniciação e aperfeiçoamento de vela, windsurf e canoagem…

O Andebol aparece em Ponte de Sor apenas em 88, na altura através de uma equipa da Escola Secundária de Ponte de Sor, e a ligação ao andebol federado foi iniciado no Grupo Desportivo Matuzarense(actualmente desconhecemos o motivo, pelo qual não foi iniciado no G.E.P.S.), onde permaneceu até meados de 93.

            Teve algumas participações de destaque como o “Xira Cup” ou o 1º Torneio Internacional de Ponte de Sor.

            Nestes anos, com o apoio do G.D. Matuzarense, e mais tarde, já com os atletas a integrar o G.E.P.S., o andebol era praticado na Associação de Andebol de Santarém, visto não ter adversários no distrito, a não ser no Desporto Escolar.

            Neste mesmo Desporto Escolar, tiveram os jogadores do G.E.P.S., dois honrosos 4º lugares nas fases finais nacionais, nas épocas desportivas de 94/95 e 95/96. Estes atletas viriam mais tarde a dar origem ao escalão de seniores masculinos, que teve diversas participações na 3ª Divisão Nacional e Taça de Portugal, até ao ano de 2005.

            Chegou nesses tempos a haver 3 escalões de formação masculinos e um feminino.

            Hoje em dia, o G.E.P.S. trabalha em diversas frentes com os seus aproximadamente 80 atletas e ainda com crianças do 1º CEB nas Actividades de Enriquecimento Curricular.

O G.E.P.S. agradece a cedência de documentos e informações de seus fundadores, simpatizantes, colaboração do jornal “Ecos do Sor” e espera vir a melhorar o seu arquivo histórico com a contribuição de todas as pessoas que possuam documentos e tenham conhecimentos de factos que permitam ainda mais, engrandecer o historial do G.E.P.S., pois a sua história definirá a sua identidade…

Top